Próteses causam câncer de mama?


No ano de 2015, divulgou-se na imprensa nacional uma nota correlacionando o uso das próteses de silicone em cirurgias mamárias, com eventual observação de recentes casos de câncer de mama do tipo Linfoma Anaplásico de Grandes Células.

Isso causa muita preocupação e por isso vou tentar orientar melhor às mulheres sobre o assunto.

As próteses existem desde 1962 e os primeiros casos de linfoma ao redor dos implantes foram identificados em 1995, em março/2015 a "Plastic and Reconstructive Surgery" publicou diversos artigos sobre o tema e foram estas publicações que geraram algumas incertezas.

O que se tem hoje estudado em mais de 50 anos foram no máximo 173 casos em todos esses anos, podendo na verdade esse número ser ainda menor, há estudos que consideram apenas 54 casos em 50 anos de próteses e linfomas.

Devido à extrema raridade desse tipo de tumor, através da análise de diversos estudos, tanto o FDA(órgão do governo americano) como a sociedade brasileira de cirurgia plástica avaliaram que não há relação entre o aparecimento do linfoma anaplásico de grandes células e o uso de implantes de silicone. Tratando-se de uma coincidência.

A preocupação maior continua sendo o cancer de mama"comum", cuja incidência não está relacionada com a prótese de silicone, mas pode ocorrer em 60 mulheres a cada 100 mil por ano. Enquanto o linfoma mamário pode ocorrer em 1 mulher a cada 500 mil ou até 3 milhões por ano.

Assim o importante de quem tem próteses é fazer anualmente avaliações médicas e passar por exames preventivos, porém não é necessário que fiquem alarmadas e preocupadas.

#prótesedemama #silicone #câncerdemama #mamoplastia

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo